O seu servidor dedicado pode não ser tão dedicado assim. Conheça esta “nova” prática de mercado.

03/08/2014
hosiinfo

Recentemente, um representante de uma grande companhia europeia de hospedagem resolveu revelar uma prática que vem sendo utilizada nos últimos anos de venda de servidores dedicados, muitas vezes, sem o conhecimento do cliente, o que vem gerando alguns problemas.

Não foram revelados que companhias são essas provavelmente por questões éticas, mas foi-se afirmado que esta prática é comum, principalmente entre as provedoras de baixo custo e algumas companhias bem estabelecidas no mercado.

O que estamos falando aqui são o que o mercado denomina de Smart Servers ou Servidor Híbrido. Este tipo de hospedagem se assemelha com o que chamamos de Servidor Virtual Privado ou VPS, e desde que isso seja claramente notificado ao usuário não vemos problema algum, pois cada tipo de hospedagem possui as suas vantagens e desvantagens.

O caso que foi relatado por esta empresa toca no que diz a respeito da performance do Smart Server que foi vendido como Servidor Dedicado ao cliente. Primeiro, que o Smart Server, ao contrário do Servidor Dedicado, pode ser compartilhado mesmo que indiretamente. E segundo, os Smart Servers são para ser utilizados em hardware de ponta preferencialmente, o que não ocorreu neste caso obviamente.

Os sintomas relatados foram:

  • Performance de HD sofrível resultando em alta carga com carregamento de páginas muito lento
  • Nenhuma forma de poder conferir falhas de disco, falhas de hardware ou suprimento redundante de energia

Quando o cliente foi transferir o website tudo ficou mais evidente, pois a operação se tornou quase impossível com apenas 20-30 transações por segundo em um domínio que tinha 80GB de dados. A velocidade do HD só chegou a 45MB/s, que é muito pouco para Servidores Dedicados, e uma operação simples de compressão de dados chegou a ser 20x mais demorado que em um processador único.

A pessoa que fez este relato diz que existem alguns comandos que podem ser executados no seu servidor para checar que hardware estão instalados nele:

  • dmidecode,  que dá uma lista de hardware do servidor
  • lspci, que dá uma lista de dispositivos PCI da máquina

Um servidor dedicado de verdade irá te dar uma lista completa, detalhada e muito maior de todos os dispositivos reais disponíveis ali.

Se você está a procura de um servidor dedicado, tome muito cuidado com a empresa que está contratando, e sempre desconfie se a performance não estiver de acordo com as expectativas daquele hardware.

Divulgação de Relação Material: Por determinação da Comissão Federal de Comércio a Hospedagem de Sites INFO informa que nosso site recebe recompensas por vendas encaminhadas pela nossa equipe.

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta